Brasil volta a vender soja para a China

Postado por Ana Paula Santos
Categoria:

Nos EUA, os valores das barcaças permaneceram inalterados

De acordo com a TF Agroeconômica, o Brasil vendeu mais um cargo em Paranaguá de julho para a China. “No comércio à vista, os prêmios reagiram prontamente aos futuros mais altos em Chicago, com os valores do papel de Paranaguá caindo 2-3 c/bu ao longo da curva”, comenta a consultoria.

“Um embarque de junho foi negociado a 73 c/bu sobre o futuro de julho na base FOB Paranaguá, equivalendo a $ 527,75/t. Para o mês da frente da curva, os embarques de fevereiro caíram 2 c/bu no dia para 70 c/bu sobre os futuros de março, que equivaliam a $ 532,5/t, um aumento de $ 11/t em relação ao dia anterior”, completa.

Nos EUA, os valores das barcaças permaneceram inalterados no dia, com o embarque de fevereiro atrelado a 81 c/bu em relação ao março futuro, traduzindo-se em $ 536,50/t., “Mas os prêmios de carga no Golfo dos Estados Unidos e no PNW caíram 2 c/bu no dia em toda a curva, mas ainda subiram mais de US$ 10/t no dia devido a futuros mais fortes”, indica.

Na China, as atividades foram relativamente mais lentas do que no início da semana, com o interesse de compra diminuindo. “As ofertas CFR China ficaram estáveis no dia, com embarque em fevereiro dado a 160 c/bu sobre o futuro de março e o embarque em março indicado a 143-145 c/bu sobre o futuro de março. O marcadorAPM-6 CFR China para remessa de fevereiro da origem mais barata estava cotado a 150 c/bu sobre o março futuro, equivalente a $ 561,75/t, alta de $ 11/t no dia”, conclui a consultoria, no encerramento da semana passada, levando em consideração o mercado internacional da oleaginosa.

Fonte: Noticia: https://www.agrolink.com.br/noticias/brasil-volta-a-vender-soja-para-a-china_444651.html – Por: AGROLINK -Leonardo Gottems – Foto: Exportação de soja pelo Porto de Paranaguá (Foto: Foto: Ivan Bueno/ APPA)

Deixe uma resposta